Nosso Blog - Categorias

Também sou Pet: Porquinho da Índia

Não é um porquinho nem veio da Índia! Mas acredita-se que eles tenham recebido esse nome devido à suposta confusão feita por navegadores que procuravam o caminho das Índias.  Diferente do que o nome sugere, esses pets da família dos roedores são originários daqui mesmo, da América do Sul! Seja como for, o fato é que eles foram domesticados e hoje são super populares como animais de estimação.

Se a questão do nome e do local de origem parece ter uma razão lógica, o uso do termo “porquinho” ainda gera muitas hipóteses. Afinal, não há dúvidas de que se trata de um roedor, com todas as características dessa família.

  • Medem entre 20 e 25 cm, e podem chegar a até 1kg;
  • Têm uma expectativa de vida de 5 a 6 anos;
  • Na natureza, vivem em grupos de, em média, 10 indivíduos;
  • São herbívoros, isto é, alimentam-se somente de vegetais;
  • Seus dentes crescem ao longo da vida toda;
  • Por serem presas na natureza, são bastante desconfiados e assustados;
  • Diferente de outros roedores, eles não têm hábito noturno;
  • Em vez de ter longas horas de sono, preferem tirar vários cochilos ao longo do dia.

Ainda que sejam naturalmente assustados, eles são bastante sociáveis, e gostam de viver com outros porquinhos da índia. Além disso, adoram brincar e receber carinho de seus tutores.

Conheça os principais cuidados com o porquinho da índia

Por serem pequenos, independentes e de fácil manutenção, uma criação de porquinhos da índia é uma boa opção para quem passa a maior parte do dia fora de casa e mora em apartamento. No entanto, é preciso ter alguns cuidados para que eles tenham qualidade de vida e longevidade.

Para quem passa a maior parte do dia fora, e não tem muito tempo para soltar e supervisionar o pet, existem gaiolas para porquinho da índia. Quanto maior, melhor! Tanto é que uma boa alternativa são os cercadinhos. Independente do tipo de alojamento, é importante que ele seja térreo (um único andar) e que o chão não seja de grade, que causa lesões nas patinhas a longo prazo. Lembrando que o chão deve sempre ser forrado com substrato.

Na natureza, esses bichinhos vivem em tocas cavadas por eles ou por outros animais. Por isso, depois de comprar a gaiola, não se esqueça de adquirir também tocas, túneis e outros acessórios em que o porquinho da índia possa se alojar. Existem brinquedos para porquinho da índia de madeira, eles também são fundamentais para distração, gasto de energia e desgaste dos dentes. Outros acessórios essenciais são: comedouro, bebedouro e até um banheirinho, já que porquinhos da índia são muito limpos e aprendem a fazer suas necessidades em um só lugar.

Alimentação

Hoje em dia, existem rações para porquinhos da índia de maneira exclusiva, que devem ser a base da alimentação deles. Além da ração, alguns alimentos humanos podem ser dados para os bichinhos. Uma comida para porquinho da índia, por exemplo, podem ser folhagens, como a couve.

Frutas também são boas opções, o que é ótimo para a ingestão de fibras e bom funcionamento do intestino. Só tenha cuidado para não administrá-los em excesso. Já o feno de capim pode e deve ser oferecido à vontade. Além de aumentar o consumo de fibras, ele ainda é muito importante para desgastar os dentes, evitando lesões e má-oclusão.

Higiene

Como cuidar da higiene de um porquinho da índia? Fique de olho no substrato! Além de recolher dejetos presentes nele, é recomendado fazer a troca sempre que ele estiver muito úmido, sujo ou com odor desagradável.

Apesar de porquinhos da índia terem o hábito de lamber o próprio pelo para se limpar, isso muitas vezes não é suficiente para mantê-los limpos. Principalmente para aqueles de pelo longo, procure escová-los com frequência para remover sujeiras e pelos mortos, além disso, é indicado dar banhos nele com alguma frequência. No calor, é indicado levá-los para serem tosados. Lembrando que, como eles são muito assustados, o ideal é deixar a tarefa nas mãos de especialistas, como os que você encontra aqui, no Centro de Estética da PataAmar.

Lembrando

A Clinica Veterinária PataAmar atua na cidade de Cascavel e região, no interior do Paraná (PR). Oferecendo excelente atendimento nas áreas de Banho e tosa, com o melhor atendimento na área de estética animal (petshop). Também temos atendimento de urgência e emergência veterinária com plantão vinte e quatro horas ( 24 horas ) por dia, sete (7) dias da semana.

Contando com ótimos veterinários, especializados para atendimento rápido a qualquer momento, dia e noite, colocando seu filhote em primeiro lugar. Além de oferecer serviços como exames de imagem para o seu dog, como radiografia (Raio x), ultrassonografia, endoscopia. Temos ainda, fisioterapia veterinária, creche, vacinação com as melhores vacinas do mercado, todos os tipos de cirurgias. Incluindo castração de cães e gatos, limpeza de tártaro, internamento veterinário para seu pet, exames laboratoriais, como hemograma, entre outros.

Venda de produtos como caminhas, caixas de transporte, ração, remédios/medicamentos, brinquedos, coleiras, roupinhas e inúmeros outros produtos de primeira qualidade. Disponibilizando ainda de taxi para o seu pet (o famoso PataMóvel Táxidog) para realizar serviços de busca e atendimento domiciliar. Uma ambulância móvel, para um cuidado com o maior carinho e qualidade superior, da forma que seu animalzinho merece.

Serviços Oferecidos tanto para cachorro, gato, como até mesmo para animais silvestres, incluindo coelho, aves e hamsters. Oferecendo preço justo com atendimento bom e barato, com todo o comprometimento que seu animal de estimação merece. Pois aqui elevamos o cuidado veterinário a um novo patamar.

Responsável Técnica:
Médica Veterinária Jéssica Caroline de Almeida Vendrame CRMV-PR: 18.560
Rua Francisco Bartinik, 1415, Cascavel/PR
Fone: (45) 9.9155-3286

Nosso objetivo é mudar o mundo através do amor com os animais.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe

Últimas Postagens

Dirofilariose, como reconhecer.

A dirofilariose é uma verminose. O verme que provoca a doença tem o nome de Dirofilaria immitis, e é da mesma família da lombriga, sendo até parecidos na aparência.

Leia Mais